O retorno do DPVAT com novo formato: Tudo sobre o SPVAT

Por: Informe Social - Notícias, Emprego, Programas Sociais e Economia

Recentemente, o Brasil viu o retorno de uma importante medida de segurança para motoristas e pedestres.

O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), foi renomeado como Seguro Obrigatório para Proteção de Vítimas de Acidentes de Trânsito (SPVAT). 

O SPVAT é um mecanismo essencial para garantir a assistência financeira a vítimas de colisões em vias urbanas, rodoviárias ou rurais, independentemente de serem pavimentadas ou não. 

Com uma atenção especial aos motociclistas e motoboys, que tendem a sofrer impactos mais severos em acidentes, este seguro visa cobrir custos médicos e compensar tragédias pessoais de forma abrangente.

Como funciona o novo SPVAT?

O SPVAT garante uma indenização base, que anteriormente chegava a R$ 13.500 em casos de morte ou invalidez permanente. 

Para o ano de 2024, foi estabelecido que o seguro será cobrado juntamente com o licenciamento do veículo, por uma taxa anual de R$ 60. 

Quem se beneficia do SPVAT?

Os principais beneficiários deste seguro são todos os envolvidos em acidentes de trânsito, sejam motoristas, motociclistas, ciclistas ou pedestres. 

A cobertura do SPVAT é ampla e inclui despesas médicas resultantes dos acidentes, uma proteção financeira essencial em um momento de vulnerabilidade.

O que acontece se o SPVAT não for pago?

É importante destacar que, embora a falta de pagamento do SPVAT não acarreta em multas ou pontos na CNH, ela impede o licenciamento do veículo. 

Para realizar a reivindicação da indenização do SPVAT, o indivíduo envolvido no acidente deve apresentar o registro oficial do mesmo, documentando detalhadamente suas consequências. 

Este procedimento garante que o processo de indenização seja conduzido de forma justa e eficaz, respaldado por provas concretas dos danos e prejuízos sofridos.

Assim, o remodelado SPVAT surge como um suporte reforçado à população brasileira, que agora conta com um sistema mais integrado de proteção. 

Motoristas e pedestres devem estar atentos às novas regras e garantir que suas obrigações, junto ao pagamento deste seguro, estejam em dia, para assegurar seus direitos em caso de acidentes.

visite nosso site