Desligamentos voluntários batem recorde no Brasil em 2023: Uma nova tendência de carreira?

Por: Informe Social - Notícias, Emprego, Programas Sociais e Economia

No ano de 2023, o mercado de trabalho brasileiro observou um número recorde de desligamentos voluntários. Cerca de 7,3 milhões de trabalhadores abandonaram seus empregos por iniciativa própria, de acordo com os dados divulgados pela LCA Consultores. O número indica um aumento de 7,4% em relação ao ano anterior.

Saiba Mais

Busca por oportunidades mais alinhadas com as metas pessoais

A tendência de desligamentos voluntários foi impulsionada, em grande parte, pelo desejo dos trabalhadores de encontrar oportunidades de emprego que fossem mais desejáveis e estivessem mais alinhadas com suas aspirações pessoais. Aumentou especialmente entre os jovens que estão entrando no mercado de trabalho e os trabalhadores mais qualificados.

Novo sistema Caged contribuiu para a detecção do fenômeno

A introdução do novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) contribuiu para uma captura mais ampla de admissões e desligamentos. Em 2023, o Brasil registrou um total de 21,5 milhões de desligamentos, dos quais 34% foram voluntários. Isso representa um aumento significativo em relação aos 24% registrados em 2019, no período pré-pandemia.

Expectativas para 2024 e a importância da qualificação

As expectativas para o mercado de trabalho em 2024 apontam para uma desaceleração, alinhada a uma atividade econômica mais moderada em comparação a 2023. Isso ressalta a importância da qualificação na busca por melhores oportunidades. Particularmente, a proporção de desligamentos voluntários é mais significativa entre aqueles com ensino superior completo.

Saiba Mais