NotíciasProgramas sociais

Bolsa Família Março 2024: saiba quando seu NIS irá receber

O Governo Federal do Brasil informou que o valor do Bolsa Família permanecerá inalterado no mês de março de 2024. Assim, o montante mínimo do benefício continuará sendo de R$ 600, mesmo valor divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) nas últimas semanas.

Há benefícios extras no Bolsa Família, e todos eles são regulamentados por critérios específicos de elegibilidade e requerem que a família mantenha o CadÚnico atualizado. Além do Auxílio Gás, que não será pago em março, os beneficiários podem receber:

  • Benefício Primeira Infância: disponibiliza R$ 150 mensais para cada criança de zero a sete anos; 
  • Benefício Variável Familiar: paga uma parcela extra mensal de R$ 50 para gestantes e jovens de 7 a 18 anos; 
  • Benefício Variável Familiar Nutriz: oferece um extra de R$ 50 para cada membro familiar com até sete meses de idade; 
  • Benefício Extraordinário de Transição: garante que nenhum beneficiário receba em quantidade inferior à concedida no Auxílio Brasil. Este benefício estará disponível até maio de 2025.

Calendário de pagamentos do Bolsa Família em março

O calendário de pagamentos para março de 2024 foi organizado com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário:

  • NIS final 1: 15 de março;
  • NIS final 2: 16 de março;
  • NIS final 3: 17 de março;
  • NIS final 4: 18 de março;
  • NIS final 5: 19 de março;
  • NIS final 6: 20 de março;
  • NIS final 7: 23 de março;
  • NIS final 8: 24 de março;
  • NIS final 9: 25 de março;
  • NIS final 0: 26 de março.

Condições para receber

As famílias que recebem o Bolsa Família devem atender a condições nas áreas de saúde e educação, tais como: 

  • Frequência escolar para crianças e adolescentes de 4 a 17 anos; 
  • Acompanhamento pré-natal para gestantes; 
  • Monitoramento nutricional (peso e altura) de crianças de até sete anos; 
  • Adesão ao calendário nacional de vacinação.

As famílias também precisam estar inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e manter os dados sempre atualizados para receber o Bolsa Família, principalmente quando há mudanças na composição familiar, como nascimento, morte, casamento ou separação, e mudanças de renda. A atualização pode ser realizada em qualquer Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou na gestão municipal do Bolsa Família.

O Bolsa Família é reconhecido como uma política social essencial para combater a pobreza e a desigualdade no Brasil. Desde sua criação, em 2003, o programa tem ajudado milhões de famílias brasileiras a melhorar suas condições de vida e promover o desenvolvimento socioeconômico. O programa chega a todos os 5.570 municípios do Brasil, beneficiando mais de 21 milhões de famílias.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo