NotíciasProgramas sociais

Bolsa Família bloqueado recebe atrasado? Veja as regras para março

Segundo o Governo Federal, quase 1 milhão de beneficiários do Bolsa Família tiveram o benefício bloqueado devido a irregularidades. O problema agora é quais os passos a serem seguidos para solicitar o desbloqueio do Bolsa Família e se os beneficiários receberão os valores atrasados após o desbloqueio.

Para saber se o Bolsa Família foi bloqueado, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) envia uma carta de notificação para a família. Além disso, um aviso é inserido diretamente nos extratos bancários dos beneficiários. Para esclarecer dúvidas, é possível acessar o Portal Cidadão da Caixa ou usar o aplicativo Bolsa Família, disponível para Android e iOS. Ambas as plataformas fornecem informações sobre pagamentos, liberações e calendários.

O bloqueio do Bolsa Família pode ocorrer por diversos motivos, como falta de atualização cadastral, inconsistência nos dados fornecidos, descumprimento das condicionalidades do programa ou revisões periódicas nos cadastros realizados pelo governo. Identificar a causa do bloqueio é essencial para tomar as medidas necessárias para regularizar a situação.

Como desbloquear o benefício

Se tiver o Bolsa Família bloqueado, a família deve procurar o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) próximo à sua localidade. A explicação da suspensão virá acompanhada de informações detalhadas sobre o motivo do bloqueio, permitindo à família tomar as providências necessárias. O processo de regularização exige a apresentação dos documentos e o acompanhamento da situação da família, incluindo suas condições de saúde, educação e situação financeira.

Após o desbloqueio, caso a família atenda aos critérios do programa, ela receberá o pagamento retroativo do valor acumulado. Caso contrário, se o cadastro for definitivamente cancelado, a família perderá o benefício permanentemente. Atualmente, a regra permite que famílias com renda de até R$ 218 por pessoa tenham acesso ao valor integral do Bolsa Família.

Em 2023, uma nova Regra de Proteção foi introduzida pelo governo, permitindo a continuidade do benefício mesmo em casos de aumento na renda familiar. De acordo com essa política, famílias com renda de até R$ 600 por pessoa continuarão recebendo 50% do auxílio por até 24 meses. No entanto, se a renda familiar ultrapassar este valor, o benefício será definitivamente cancelado.

Calendário de pagamentos do Bolsa Família em março

O calendário de pagamentos para março de 2024 foi organizado com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário:

  • NIS final 1: 15 de março;
  • NIS final 2: 16 de março;
  • NIS final 3: 17 de março;
  • NIS final 4: 18 de março;
  • NIS final 5: 19 de março;
  • NIS final 6: 20 de março;
  • NIS final 7: 23 de março;
  • NIS final 8: 24 de março;
  • NIS final 9: 25 de março;
  • NIS final 0: 26 de março.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo